Compras coletivas: pode não ser tão bom quanto parece

Atualmente, uma das febres da internet são os sites de compras coletivas que oferecem produtos/serviços a “preço de banana”. 50%, 70% e até 95% de desconto são ofertados e os consumidores não pensam duas vezes para comprar a promoção. Mas nem tudo é “tão lindo” quanto parece ser: muitos sites inflacionam os preços dos serviços fazendo com que o desconto pareça bem maior. Por isso, vão aí alguma dicas:

– Verifique se o site de compras coletivas é confiável, pois existem mais de mil no Brasil;

– Busque referências sobre o local e o produto/serviço oferecido, pois a qualidade pode não ser a esperada;

– Entre em contato com o estabelecimento para verificar a tabela de preços e conferir os descontos ofertados pelo site onde há a promoção;

Sempre leia o regulamento da promoção antes de comprá-la. Verifique disponibilidade, validade e condições, para evitar desperdícios e dores de cabeça;

– Procure saber se, além da promoção, você não terá outros custos, como taxa de serviço, estacionamento ou mesmo pagar entrada (restaurante, bar);

– Cuidado para não adquirir produtos indesejados: quando for comprar algo verifique no regulamento sobre o produto/serviço. Exemplo: você pode adquirir um celular que você quer com um plano que você não quer! Isso pode ser considerado venda casada.

Enfim, caros consumidores internautas, todos queremos bons produtos por bons preços, por isso mesmo, antes de ser atentado por uma promoção, verifique se realmente vale a pena! E…

Atenção!!!

Em caso de descontos mentirosos, entre em contato com o Procon, essa prática é considerada propaganda enganosa. Não se esqueça de juntar provas: busque fazer orçamentos por email sem citar o site onde há a promoção e dê um printscreen na página onde há oferta. Assim você poderá comprovar a diferença entre os preços e os descontos.

É importante saber que a venda casada, segundo o Código de Defesa do Consumidor, é prática ilegal (art. 39, I, CDC) e constitui crime (art. 5º, II, da Lei 8.137/90)

Lembre-se que todo produto comprado fora do estabelecimento comercial pode ser devolvido até 7 dias após a entrega, mas a reposição do dinheiro pode ser demorada e causar muita dor de cabeça! Por isso, o melhor é pesquisar e fazer uma compra ciente! Consumidor consciente = consumidor satisfeito!

Texto: Cristiane Gontijo
Anúncios

5 respostas em “Compras coletivas: pode não ser tão bom quanto parece

  1. E cuidado com os pacotes de viagens! No final, são muitas taxas a serem pagas e isso nem sempre está explícito.

  2. Todo cuidado é pouco.
    A vantagem é que, mesmo nessas compras coletivas, se o consumidor for lesado de alguma forma, ainda pode se valer do instituto de arrependimento de compra para conter o prejuízo.

    Ótimas dicas!

    Grande abraço!

  3. Muito bom o post! Como sugestão, você poderia acrescentar à postagem alguns casos concretos que você teve que lidar (sem citar nomes), para compartilhar experiências.

      • Oi, segundo o atendimento do Procon-MG ainda não temos registros de reclamações referentes às compras coletivas. Lembrando que o Procon-MG atende causas coletivas, já nos Procons Municipais esses casos devem ser mais comuns. Uma ótima referência para consulta online é o site Reclame Aqui, onde você poderá visualizar inúmeros desses casos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s