Santander é o mais reclamado no ranking do BC

O número de queixas contra os bancos voltou a subir no mês passado, depois de registrar redução de abril para maio, segundo levantamento divulgado nesta segunda-feira pelo Banco Central (BC). Os consumidores encaminharam à instituição 2.406 reclamações procedentes, um aumento de 1,9% em relação às 2.361 registradas no mês de maio.

O Santander foi o banco mais reclamado pelo quinto mês seguido. O ranking de reclamações reúne as queixas contra os bancos com mais de um milhão de clientes.

O critério do BC para produzir o ranking considera o número de reclamações procedentes (que infringem normas do Conselho Monetário Nacional (CMN) ou do próprio BC) dividido pelo número de clientes protegidos pelo Fundo Garantidor de Créditos (FGC), multiplicado por 100 mil. A partir dessa conta, chega-se a um índice.

O banco Santander recebeu 557 reclamações procedentes e contava com 23,1 milhões de clientes sob as garantias do FGC. Com isso, o índice do banco encerrou o mês de junho em 2,41. Em segundo lugar na lista de reclamações ficou o Itaú Unibanco, com índice de 1,47 – foram 383 reclamações para 25,9 milhões de clientes. Em terceiro, aparece o Banco do Brasil, com índice de 1,24. O banco estatal teve 433 reclamações divididas entre 34,6 milhões de clientes. A Caixa Econômi a Federal surge na quarta posição, com índice de 0,95 – foram computadas 509 reclamações para um universo de 53,2 milhões de correntistas. O Banrisul foi o quinto mais reclamado com índice de 0,78. Foram 18 reclamações para 2,3 milhões de clientes.

O Santander informou, em nota, que vem fazendo “uma revisão completa dos seus processos, ofertas e atendimento, com o intuito de torná-los mais simples e ágeis e, dessa forma, melhorar a experiência dos consumidores com a instituição.”

No ranking sobre o tipo de reclamações, os débitos não autorizados lideram a lista, com 413 ocorrências. Nesse caso, o Santander também apareceu em primeiro, acumulando 114 queixas, seguido pela Caixa (97) e pelo BB (88).

O segundo maior número de reclamações foi registrado em relação à prestação irregular de conta-salário, com 311 queixas. E a cobrança de tarifas irregulares, por serviço não contratado, teve 170 ocorrências.

Fonte: O Globo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s